Revista  Enfermagem Atual

Nosso contato
enfermagematual2017@gmail.com
+55 (21) 2259-6232
Nosso endereço
[ISSN 1520-339X ] Impressa
Rua México, 164, SALA 62
Centro | RJ - 20031-143

Evidências científicas sobre atuação do enfermeiro na parada cardiorrespiratória na unidade de terapia intensiva: revisão integrativa

Scientific evidence about the nurse’s performance in cardiopulmonary arrest in the intensive care unit: integrative review
  • Rodrigo Pereira Costa Taveira
  • Fátima Helena do Espírito Santo
  • Carla Lube de Pinho Chibante
  • Thayane Dias dos Santos
  • Willian de Andrade Pereira de Brito

Declaração da ausência de conflitos de interesse: Os autores declaram não haver conflitos de interesse nem fontes de financiamento.

RESUMO

Objetiva-se identificar a produção científica acerca da atuação do enfermeiro na parada cardiorrespiratória (PCR). Tratase de uma revisão integrativa, na qual foi realizado o levantamento sobre artigos publicados nos bancos de dados da: MEDLINE, LILACS, IBECS E BDENF, entre os anos de 2010-2015. A busca de estudos primários foi realizada nos meses de agosto e setembro de 2015. Foram utilizados para a busca os seguintes descritores: ressuscitação cardiopulmonar, enfermagem, equipe de assistência ao paciente e unidades de terapia intensiva. Foram identificados nove artigos que foram submetidos à análise de conteúdo. Emergiram três categorias: Ensino teórico-prático voltado para os profissionais da equipe de enfermagem; Conhecimento dos profissionais da área de saúde (equipe multiprofissional e de enfermagem) sobre PCR e ressuscitação cardiopulmonar; Desempenho da equipe multiprofissional e/ou equipe de enfermagem durante e após a PCR. Concluí-se que foi evidenciado que para um bom desempenho durante a RCP, a equipe deve ter boas condições de trabalho, como por exemplo, acessibilidade a tecnologias, como ambiente virtual para ensino, ferramentas para mensurar o nível de conhecimento dos profissionais, e estrutura física do ambiente de trabalho para melhorar o processo laboral.

Palavras-chave: Ressuscitação Cardiopulmonar; Enfermagem; Equipe de Assistência ao Paciente; Unidades de Terapia Intensiva.