Revista  Enfermagem Atual

Nosso contato
enfermagematual2017@gmail.com
+55 (21) 2259-6232
Nosso endereço
[ISSN 1520-339X ] Impressa
Rua México, 164, SALA 62
Centro | RJ - 20031-143

O papel do enfermeiro com o cateter central de inserção periférica: revisão integrativa

The role of the nurse with the peripheral inserted central catheter: integrative review
  • Aline Cerqueira Santos Santana da Silva
  • Érick Igor dos Santos
  • Priciana Teixeira Queiroz
  • Fernanda Garcia Bezerra Góes

Declaração da ausência de conflitos de interesse: Os autores declaram não haver conflitos de interesse nem fontes de financiamento.

RESUMO

Objetiva-se analisar as evidências científicas acerca do papel do enfermeiro na utilização do cateter central de inserção periférica (PICC) em unidades de terapia intensiva pediátrica e neonatal. Estudo descritivo, baseado em revisão integrativa da literatura, norteado pela questão: como a prática clínica do enfermeiro com o cateter central de inserção periférica tem sido abordada em unidades de terapia intensiva pediátrica e neonatal segundo evidências cientificas nacionais e internacionais? As buscas foram realizadas nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) e na Scientific Electronic Library Online (SciELO), por meio da associação dos descritores “cateterismo periférico”, “infusões intravenosas”, “neonatologia”, “pediatria” e “terapia intensiva”, no período de outubro a dezembro de 2015. Foram selecionados para a análise crítica 16 artigos, os quais foram divididos em três categorias temáticas: 1- competência técnica e legal como pilar de sustentação na prática com o PICC, 2- conhecimentos, atitudes e práticas do profissional enfermeiro na inserção, manutenção e retirada do PICC e, 3- tomada de decisão na utilização do PICC. Concluí-se que a utilização do PICC na prática clínica do enfermeiro possui recomendações que requerem capacitação e habilitação profissional para a tomada de decisão, a inserção, a manutenção e a retirada, visando a redução de eventos adversos e a manutenção do bem-estar do paciente.

Palavras-chave: Cateterismo Periférico; Infusões Intravenosas; Neonatologia, Pediatria; Terapia Intensiva.